Nova sede da AMA será no mesmo local do Centro de Equoterapia

Projeto da nova sede da AMA já está em análise pelo governo, aguardando transferência de recursos de emenda parlamentar

Por Redação em Educação

23/07/2020 13:23

Nova sede da AMA será no mesmo local do Centro de Equoterapia

Projeto físico foi desenvolvido pela engenharia da Amplasc

Com recursos de emenda parlamentar do deputado estadual Romildo Titon (MDB), a Associação de Pais e Amigos dos Autistas (AMA) de Campos Novos dará início a primeira etapa das obras de construção da sede própria. Serão R$ 548,2 mil para a construção de dois blocos de salas de aula, com oito salas, banheiros e varanda, preservando os estudantes por idade, grau de autismo, dentre outras características. Desde o início das atividades, a instituição atende em prédios alugados.

A direção da AMA já cadastrou o projeto e o programa de trabalho no sistema virtual do governo. Neste momento, está sob análise da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) para avaliação do cumprimento de exigências técnicas. Somente após aprovação, é que ocorrerá a transferência dos recursos. As emendas para entidades de todos os deputados não constam no cronograma do governo publicado nesta semana, mas o titular da Fazenda, Paulo Eli, diz que o objetivo e o esforço do governo é pagar tudo até 14 de agosto, data limite imposto pela legislação eleitoral.

Titon, em entrevista a Folha, se comprometeu em aportar emendas para as outras etapas do projeto, cujo valor total soma quase R$ 2 milhões. O projeto contempla, além das salas de aula, outros dois blocos para o administrativo e clínica, com total de 1,7 mil metros quadrados de área construída. “O governador tem que pagar essa emenda até agosto pela legislação eleitoral. Se não ocorrer agora, pelas questões técnicas que o governo exige do projeto, ocorrerá depois das eleições. Como a estrutura física será construída em etapas, vamos viabilizar esse recurso nesse ano para as salas de aula e em 2021, viabilizamos o restante para concluir o projeto. A AMA faz um trabalho belíssimo e merece nossa prioridade”, explicou o deputado.

Segundo a fundadora e diretora da AMA, Vera Ottonelli Durli, atualmente a instituição atende 123 alunos e em razão do aumento da demanda, é uma necessidade urgente ter uma estrutura adequada e própria para o acolhimento dos autistas e prestação dos serviços técnicos e pedagógicos pelos multiprofissionais. Há ainda outras crianças em fase de avaliação, contou.

Mudança de local

A Prefeitura de Campos Novos chegou a enviar um Projeto de Lei para a Câmara de Vereadores para a doação de um terreno para a sede administrativa da AMA em perímetro urbano. O terreno é localizado próximo a escola municipal CAIC. No mês passado, por meio de parecer jurídico tanto da Câmara como da Prefeitura, o projeto foi retirado sob entendimento de que são vedadas doações de qualquer natureza em ano eleitoral.

Para não perder os recursos, a AMA decidiu construir a sede no local onde funcionará o Centro de Equoterapia, na BR-282. Esse terreno, de 3 hectares foi uma doação de Zenita Rupp Lemos ainda em 2015, moradora de Campos Novos sensibilizada com o trabalho da AMA. Quanto as obras do Centro de Equoterapia, estão em fase de conclusão da primeira etapa e a AMA solicitou um aditivo de prazo para a conclusão.

“Vamos iniciar a segunda etapa nos próximos dias. A Celesc já fez as instalações de postes e transformador, essa semana vai ser concluída a perfuração do poço artesiano e estamos aguardando a nova data de conclusão pela empresa contratada”, explicou Vera Durli. Os recursos para esse projeto foram captados pela AMA junto à empresas, via dedução do imposto de renda destinado ao Fundo Municipal da Infância e Juventude.

Notícias Relacionadas

Folha Independente

Empresa Jornalística
Planalto Sul Ltda. ME

Folha Independente © 2020 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por AVB Digital