Paróquia de Campos Novos conta com novo pároco

Dom Mário Marquez empossou o novo pároco, Pe. Dirceu de Rocco (CS), em cerimônia no sábado

Por Redação em Geral

17/02/2020 13:05 - Atualizada em 17/02/2020 13:05

Paróquia de Campos Novos conta com novo pároco

 Pe. Dirceu de Rocco, novo pároco da Paróquia São João Batista

A comunidade católica camponovense acolheu o novo Pároco, Padre Dirceu de Rocco, missionário da Congregação Scalabriniana (CS). Ele substitui Padre Alcides Angonese, que esteve por 10 anos no pastoreio da Paróquia São João Batista de Campos Novos, sendo transferido para a Paróquia de Encantado (RS). A missa e cerimônia de posse foi conduzida pelo Bispo Diocesano Dom Mário Marquez no sábado (15/02), na Igreja Matriz, concelebrada pelos vigários paroquiais e pelo Pe. Joel Ferrari, representando o superior regional da Congregação, Pe. Algacir Munhak, entre outros sacerdotes.

As transferências sempre são oportunidades de renovação para os próprios sacerdotes, mas também para as comunidades paroquiais, exigindo por vezes um espírito de sacrifício e obediência. Pe. Dirceu disse que acolheu a nova missão com amor e espírito de desapego. Dos 32 anos de ministério ordenado, 29 exerceu como formador de seminaristas no Paraguai. É o quarto filho entre nove irmãos, nascido em Rondinha (RS) e ordenado padre em 1988. Ainda em período de formação para o sacerdócio, Pe. Dirceu esteve em Campos Novos em 1983, para o acompanhamento de seminaristas no Seminário Paulo VI.

Pe. Dirceu foi designado em outubro de 2019 pela Congregação e com desejo de trabalhar mais diretamente na pastoral, não pensou duas vezes para aceitar o convite. Em seu discurso, falou que conta com o auxílio da comunidade para a nova missão. “Nós pastores não anunciamos a nós mesmos, mas ao Cristo. Certamente terei dificuldades, mas serei iluminado pelo Espírito de Deus e pela colaboração das pessoas em fazer esse anúncio do Cristo da Cruz. Certamente, em unidade e comunhão fraterna no batismo, seremos todos missionários do Senhor. Deus me confiou a estar na frente, mas conto como vossa ajuda, vosso perdão e sinceridade naquilo que precisamos melhorar”, disse.

Pe. Dirceu falou das expectativas ao assumir a paróquia e que pretende servir em suas demandas pastorais, espirituais, administrativas e humanas. “Temos que dialogar e escutar para sentir a realidade e levar adiante aquilo que está em andamento. Graças a Deus temos os leigos que nos auxiliam, seja através da doação de tempo, de trabalho, do dízimo e doações materiais. Mas como padre, nossa missão primeira é promover a espiritualidade, porque se estamos firmados na fé, ajudamos a construir uma comunidade forte em todos os sentidos, inclusive econômica”, explicou.

Rito de Posse

No início da missa, o vigário paroquial Pe. Genoir Pieta fez a leitura da provisão canônica do Padre Dirceu, uma espécie de decreto de nomeação assinado pelo Bispo Diocesano. O mandato do Pároco é por período indeterminado, porém, o tempo máximo é de doze anos, conforme prevê o Código de Direito Canônico. A Congregação determina um período máximo de nove anos. O sacerdote fez publicamente a profissão de fé e, no momento da Aclamação ao Evangelho, Dom Mário entregou o Evangeliário nas suas mãos. 

Após a homilia, Pe. Dirceu fez a renovação das promessas sacerdotais, expressando o comprometimento com a ação pastoral. Logo depois, recebeu das mãos do Bispo, as chaves da Matriz e do Sacrário; o óleo, a água e o batistério, instrumentos do sacramento do Batismo e a estola para administração do sacramento da Penitência. Na sequência, o padre prestou juramento de fidelidade, e o Bispo o declarou empossado. Representantes das comunidades e dos ministérios leigos de Campos Novos realizaram uma procissão no ofertório. Uma cerimônia carregada de simbolismos, que fortalece a comunidade de fé.

 

Notícias Relacionadas

Folha Independente

Empresa Jornalística
Planalto Sul Ltda. ME

Folha Independente © 2020 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por AVB Digital