Justiça eleitoral suspende divulgação de pesquisa em Vargem

Pesquisa encomendada pela candidata Milena Lopes contém indícios de ser manipulada, diz juíz

Por Redação em Eleições 2020

11/11/2020 13:30

Justiça eleitoral suspende divulgação de pesquisa em Vargem

A Justiça Eleitoral proibiu a divulgação de pesquisa eleitoral da candidata e prefeita do município de Vargem, Milena Lopes (PL). A decisão trata-se de uma suspensão liminar proferida na segunda-feira (9) pelo juiz eleitoral da Zona 7, Rui César Lopes Peiter. A candidata poderá apresentar recurso em juízo, mas afirmou que não fará, tendo em vista que a pesquisa foi cancelada pela sua coligação pois os pesquisadores não conseguiram fazer o número mínimo de entrevistas para os resultados.

O processo foi aberto após representação por pesquisa eleitoral irregular ajuizada pelo candidato oponente, Nelson Gasperim Junior, que flagrou representante da empresa contratada pela candidata realizando pesquisa eleitoral juntamente com cabo eleitoral dando orientações e fazendo apontamentos das casas a serem visitadas pelo pesquisador. A representação contém boletim de ocorrência, vídeos e demais documentos comprovando que a empresa estava utilizando o cabo eleitoral.

Conforme o juiz no despacho, a liminar foi acatada pois há elementos que evidenciam a probabilidade do direito e o perigo de dano ao resultado do processo, verificando indícios de que a pesquisa eleitoral possa ser configurada como tendenciosa e manipulada, uma vez que as pesquisas eleitorais possuem influência junto ao público, servindo como elemento de interferência no processo eleitoral.

Acompanhe aqui a cobertura completa das Eleições 2020

 

Justiça eleitoral suspende divulgação de pesquisa em Vargem

Notícias Relacionadas

Folha Independente

Empresa Jornalística
Planalto Sul Ltda. ME

Folha Independente © 2020 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por AVB Digital