Inadimplência de consumidores chega a 26,64%, diz CDL

Para facilitar o pagamento de dívidas, CDL lampa campanha Limpa Nome

Por Redação em Geral

23/06/2020 21:49

Inadimplência de consumidores chega a 26,64%, diz CDL

Segundo dados da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Campos Novos, o percentual de inadimplentes, pessoas com dívidas em atraso chegou neste mês de junho a 26,64% da população economicamente ativa (PEA) do município. Essa categoria incluí todas as pessoas entre 15 a 65 anos que recebem remuneração pela sua força de trabalho (empregados, empregadores, autônomos), inclusive as pessoas que estejam temporariamente desempregadas. Em Campos Novos, são 25.466 pessoas economicamente ativas.

O maior índice de inadimplência está nas pessoas com idade entre 18 a 35 anos, sendo 52,86% mulheres e 46,37% homens. Esses dados se referem a pessoas com restrições de crédito no Sistema de Proteção ao Crédito (SPC), administrado pela CDL, ou seja, o número pode ser ainda maior, por conta de empresas que não utilizam os sistemas, além das agências bancárias, que usam o sistema Serasa.

Quinzena Limpa Nome

Pensando na liberação dos Auxílios Emergenciais que estão ocorrendo neste período da pandemia e na antecipação do 13º Salário dos funcionários públicos municipais, a CDL lançou nesta semana a Quinzena Limpa Nome, com o objetivo de que os consumidores possam com esta oportunidade quitar seus débitos em atraso e ter seu crédito limpo novamente e para que os lojistas também possam receber esses débitos e ter aí um respiro financeiro neste período de crise.

A campanha vigora entre 1º a 15 de julho, diretamente nas empresas associadas à CDL. Cada empresa poderá definir suas regras de abatimento das dívidas de seus clientes, mas a sugestão da entidade, é de que sejam abatidos os juros e multas sobre o saldo devedor. Para o presidente da CDL, Altair Granzotto, nesse momento de incertezas geradas pela pandemia de covid-19, é importante garantir acesso ao crédito aos consumidores, pois cerca de 20% dos inadimplentes, ainda buscam comprar no comércio a prazo. “Se essa campanha tiver o resultado almejado, essas pessoas vão conseguir quitar suas dívidas a voltar a fazer suas compras, dependendo da liberação do crediário”, destacou.

Notícias Relacionadas

Folha Independente

Empresa Jornalística
Planalto Sul Ltda. ME

Folha Independente © 2020 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por AVB Digital