Coocam completa 27 anos de fundação

O início das atividades da cooperativa foi em 21 de janeiro de 1993.

Por Redação em Folha no Campo

24/01/2020 18:09 - Atualizada em 24/01/2020 18:09

Coocam completa 27 anos de fundação

Coocam foi fundada em 21 de janeiro de 1993. Na foto, a estrutura sede em Campos Novos

 

A Cooperativa Agropecuária Camponovense (Coocam) completa 27 anos de fundação e continua atuando como pilar dos produtores rurais, cooperando para o crescimento dos sócios, colaboradores e comunidade, ou seja, agrega tecnologia e trabalho e assim contribui com o equilíbrio das pessoas e de diversas áreas, como por exemplo, econômica, produtiva e de sustentabilidade. Desde sua fundação em 21 de janeiro de 1993, foram muitos desafios, mas acima de tudo dedicação de todos aqueles que formam a família Coocam.

O presidente da Coocam, João Carlos Di Domenico – um dos sócios fundadores, pontua aflições e conquistas aos longos dos anos. “Temos muitas histórias, com momentos de alegria e satisfação, mas principalmente lutas e adversidades. Um dos maiores desafios está ligado ao clima que atinge o produtor e consequentemente a cooperativa”, comenta João Carlos. Embora as últimas safras tenham sido acima da média de produtividade, outra aflição que preocupa os gestores, assim como a maioria dos brasileiros, está relacionada a economia no pais.

Apesar das margens de lucro curtas, ritmo do país desacelerado por vários anos e pouco retorno, os produtores rurais não desistem nunca. Otimismo não falta! “O importante é que voltamos ter esperança de dias melhores. Em 2019 a questão econômica brasileira começou a clarear, nos últimos anos tivemos grandes safras com alta produtividade nas lavouras e isso fez com que a Coocam colocasse em dia todas as suas obrigações e se preparasse para novos investimentos”, reforça. O ano de 2020 será de novas expectativas, de crescimento e investimentos em novos projetos.

Investimento

Entre os inúmeros investimentos realizados em 2019, a Coocam aplicou cerca de R$ 8 milhões na Fábrica de Ração, além da renovação de toda a frota de veículos pesados. Para 2020, a cooperativa está estudando novos negócios e entre as projeções futuras, está a possibilidade de reativar o projeto de implementação de um posto de combustíveis em Campos Novos, uma maneira de agregar valor à cooperativa e ao município.

Quando o assunto é investimento, ainda existe insegurança por parte dos gestores e empresários brasileiros. “A partir do momento em que o país se acertar, vamos conseguir alavancar para crescer e principalmente, crescer com os pés no chão. É assim que a Coocam atua, como um tripé onde cresce a cooperativa, os produtores e os colaboradores. É isso que estamos planejando para 2020, multiplicação de resultados”, finaliza o presidente da Coocam, João Carlos Di Domenico, acrescentando que “o produtor não tem mais espaço para produzir, então precisa agregar valor para ter retorno”.

Estrutura

Além da matriz em Campos Novos (SC), a Coocam possui quatro filiais – Lebon Régis (SC), Curitibanos (SC), Barracão (RS) e Ribeirão Cascalheira (MT), estas atendendo produtores de aproximadamente 20 municípios das regiões abrangentes. Através da parceria com a BRF, contempla a Fábrica de Rações, além de outras parcerias com empresas para produção de sementes. A cooperativa também atua no setor de transporte. Por meio da cooperativa outros empreendimentos são realidades e contribuintes com o crescimento do PIB brasileiro, como por exemplo, o Condomínio Avícola Cascata – empresa de produção de ovos incubáveis com sede em Campos Novos e a Agrocam – empresa agrícola que atua no Mato Grosso.

 

Folha Independente

Empresa Jornalística
Planalto Sul Ltda. ME

Folha Independente © 2020 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por AVB Digital