Como a APAE organizou as atividades durante a pandemia

Com o uso de tecnologias e atendimentos presenciais restritos, APAE mantém assistência aos alunos

Por Redação em Educação

08/06/2020 00:15

Como a APAE organizou as atividades durante a pandemia

Seguindo as normas de saúde em vigor, alunos estão sendo atendidos em casa

A suspensão do atendimento presencial na rede pública e privada em março, também abrange as instituições de Educação Especial. A APAE de Campos Novos vem contando com os recursos tecnológicos na área de educação. Os professores organizam e gravam atividades em vídeo, e dessa forma, os alunos também conseguem estudar em casa, com acompanhamento da família, rompendo as barreiras do isolamento social. Há algumas situações, em que os alunos sem internet, estão recebendo a visita dos professores, e recendo em casa os kits de materiais pedagógicos.

Esse também é o caso dos pacientes da estimulação e cadeirantes da APAE Clínica. Seguindo as normas de saúde em vigor, alunos estão sendo atendidos em casa. Outros no entanto, passam por atendimento presencial na instituição, com até cinco alunos diariamente por período, recepcionados no Ginásio. Essa dinâmica permite atender 40% da demanda atual da APAE, hoje com 120 alunos matriculados. Três profissionais de limpeza são mantidos para higienizar os espaços. Para os alunos que necessitam de alimentos, as verbas da merenda estão sendo usadas para a destinação de cestas básicas.

“Dessa forma que estamos organizando estamos conseguindo atender as necessidades mais urgentes. Procuramos trabalhar da forma que a suspensão das aulas não prejudique nossos alunos, sempre respeitando os protocolos de saúde. Mas estamos em constante avaliação, e se for preciso, vamos contratar novos profissionais e adaptar os espaços”, explicou o diretor da APAE, Luis Augusto de Sousa.

Folha Independente

Empresa Jornalística
Planalto Sul Ltda. ME

Folha Independente © 2020 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por AVB Digital