Casos de covid-19 avançam na região da Amplasc

Na quarta-feira, 17, foram registrados 83 casos de coronavírus. Nesta segunda-feira o número é passou para 150 casos

Por Redação em Covid-19

18/06/2020 13:41 - Atualizada em 22/06/2020 20:00

Casos de covid-19 avançam na região da Amplasc

A Amplasc atualizou o número às 19 desta segunda-feira (22/6)

Em uma semana, os casos do novo coronavírus dobraram na região da Associação dos Municípios de Santa Catarina (Amplasc), o que levou as autoridades públicas a redobrar as recomendações de prevenção. No dia 10, eram 41 casos e quarta-feira (17/6), foram registrados 83 confirmados. O número divulgado pela assessoria de comuncação da Amplasc nesta segunda-feira (22/6), aumentou para 150 casos confirmados. Desses, 66 são considerados curados e livres da doença. Apenas Celso Ramos ainda não registra casos, dos sete municípios do Planalto Sul, embora tenha um caso suspeito. 

Vargem entrou na lista na semana passada, com sete casos confirmados e um óbito. Os demais pacientes apresentam sintomas leves, sendo monitorados em casa. A prefeita Milena Becher disse que pretende testar as pessoas que tiveram contato com os contaminados. A prefeitura ainda aguarda a chegada de 400 testes. Serão testados os pacientes com sintomas e os que tiveram contato com os casos. Eles estão sob monitoramento, conforme protocolo do Ministério da Saúde.

Campos Novos alcançou no domingo 48 casos confirmados e um óbito. A Secretaria de Saúde mantém o telefone para orientar a população que vier a apresentar sintomas, pelo número 3090-2160. Na semana passada, a prefeitura lançou novos decretos para a contenção da doença. Um deles, em consenso com supermercadistas e padarias, será a obrigatoriedade do uso de máscaras ao adentrar nesses estabelecimentos. As forças de segurança pública ampliarão as fiscalizações para coibir aglomerações, especialmente em bares e similares.

Nos supermercados especificamente, nos pontos de açougue, hortifrúti e padaria, será disponibilizado álcool gel para higienização constante dos clientes, bem como, medidas de higienização dos carrinhos e das cestas de compras. Nas empresas com maior circulação de pessoas, como é o caso dos supermercados, o Corpo de Bombeiros fará medições dos espaços para estipular o limite máximo de pessoas permitidas em cada estabelecimento. No período de pico dos supermercados, entre 29 de junho a 12 de julho, serão fiscalizados e deverão aplicar o controle de acesso dos clientes, não ultrapassando o limite máximo acordado com o Corpo de Bombeiros.

Conforme o prefeito Silvio Alexandre Zancanaro, os casos devem aumentar por conta de iniciativas dos empresários de testar seus funcionários. “O número de casos da semana passada aumentou significativamente e a possibilidade de novos casos, em virtude de algumas empresas estarem realizando os testes em seus funcionários, isso deve aumentar ainda mais os casos. As medidas e protocolos são em razão das empresas com maior circulação de pessoas, para aumentarmos o controle da propagação. O segundo fator, é a falta de conscientização de algumas pessoas que não estão adotando as medidas de prevenção, colocando em risco todo o trabalho que a sociedade e os órgãos públicos vêm desenvolvendo nos últimos três meses”, explicou.

                           Casos de covid-19 avançam na região da Amplasc

 

Folha Independente

Empresa Jornalística
Planalto Sul Ltda. ME

Folha Independente © 2020 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por AVB Digital