Campos Novos e região continuam em situação gravíssima para Covid-19

Reunião com prefeitos está agendada com os prefeitos do Meio-Oeste e regional de saúde para definir outras restrições

Por Redação em Covid-19

12/08/2020 14:50

Campos Novos e região continuam em situação gravíssima para Covid-19

A nova atualização do governo do Estado manteve a região de Campos Novos e Joaçaba em situação gravíssima para a pandemia de coronavírus. A avaliação de risco, montada com uma série de indicadores, é atualizada semanalmente. A regional de saúde Meio-Oeste, formada por 20 cidades, está nesse patamar há quatro semanas consecutivas. O nível é o mais elevado na classificação, em alerta vermelho. As informações são do Centro de Operações de Emergência de Saúde estadual (COES/SC).

Da avaliação realizada no dia 4 de agosto para a avaliação do dia 11, cinco regiões foram reclassificadas do risco grave para gravíssimo (Alto Uruguai Catarinense, Grande Florianópolis, Laguna, Serra Catarinense e Xanxerê), e ao total, 12 das 16 regionais de Santa Catarina estão nesta classificação. Na semana passada, eram oito em alerta vermelho. Uma região classificada com nível gravíssimo na semana anterior foi reclassificada para grave com nota 3, ou seja, ainda muito próxima do nível gravíssimo (Médio Vale do Itajaí). Extremo Oeste, Oeste e Planalto Norte permanecem classificadas como grave.

Na região Meio-Oeste, o isolamento social que mede a atividade dos casos e potencial propagação da Covid-19, a testagem, investigação e isolamento dos casos e ampliação de leitos de UTI é o pior cenário enfrentado por várias semanas, em alerta gravíssimo de prioridade para tomada de decisões. A região ficou com a mesma nota da semana anterior — 3,25. Como o governo trabalha com dados defasados aos das prefeituras, mesmo que esses índices melhorem em nível local, vão refletir um pouco mais tarde na matriz de risco potencial do Estado.

Para minimizar os efeitos da dimensão isolamento social, a Federação Catarinense dos Municípios (FECAM) sugere, além de medidas de restrições econômicas já adotadas pelos municípios, que seja ampliada a conscientização da população através de uma campanha forte de mídia. Na dimensão investigação, a Federação diz que é preciso investir na ampliação de testagem, busca ativa de casos suspeitos, rastreamento de contatos, isolamento dos casos pacientes e seus contatos e monitoramento permanente do paciente até seu restabelecimento.

A recente decisão da 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Florianópolis impôs que o governo do Estado deve reassumir o comando das medidas de enfrentamento à Covid-19 e implementar diretamente as medidas sanitárias previstas na Lei n. 13.979/2020 nas regiões com risco gravíssimo, destacando que o mesmo não vem cumprindo adequadamente a obrigação constitucional de condução da política pública de saúde relacionada à pandemia do novo coronavírus. O processo está em fase de recurso e ainda não tem novos desdobramentos.

Em Campos Novos

Na segunda-feira (10), o prefeito Silvio Alexandre Zancanaro anunciou novas restrições para conter o aumento de casos em Campos Novos, no entanto, com a atualização do mapa de risco dessa semana, a publicação deve sair entre esta quinta e sexta. Amanhã (13), uma reunião está agendada com os prefeitos do Meio-Oeste e regional de saúde para definir outras restrições que devem ser implementadas na região.  

Na segunda também, o COES da região Meio-Oeste com base em parecer técnico, emitiu recomendações a serem adotadas pelos gestores municipais no enfrentamento da pandemia e uma nova reunião ocorre nesta quarta-feira (12), onde deverão ser emitidas as novas recomendações que deverão pautar a reunião dos prefeitos de amanhã. 

Em Campos Novos, quatro pacientes estão em UTIs

 

Folha Independente

Empresa Jornalística
Planalto Sul Ltda. ME

Folha Independente © 2020 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por AVB Digital