Campos Novos e Joaçaba solicitam instalação de hospital de campanha

Ofício foi encaminhado ao governo pelos presidentes da Amplasc e Ammoc

Por Redação em Saúde

04/05/2020 15:21

Campos Novos e Joaçaba solicitam instalação de hospital de campanha

Três estruturas físicas da região tem espaço físico para implantação do hospital

Com o anúncio do governo de Santa Catarina da contratação de até 10 hospitais de campanha para atender pacientes com coronavírus, substituindo licitação para aquisição de um único hospital em Itajaí, os municípios catarinenses demostram interesse em ter uma unidade e dessa forma ampliar a oferta de leitos de UTI na rede hospitalar para os casos de covid-19 que vem avançando no interior de Santa Catarina. Não há informações da parte do governo, se esse projeto realmente sairá do papel, com uma previsão de lançamento da licitação.

O fato é que os prefeitos de Campos Novos e Joaçaba encaminharam pedido ao governo para que uma unidade de hospital de campanha seja instalada nesses municípios. A manifestação de interesse das associações das duas regiões para dar suporte no acolhimento de pessoas infectadas foi oficializada por meio de ofício conjunto encaminhado ao governador Carlos Moisés na segunda-feira (27/04). O presidente da Amplasc, Lucimar Salmória, destaca que os prefeitos e secretários de saúde foram unânimes em acolher a proposta.

O atendimento do pleito justifica-se, pois, as associações da Amplasc e Ammoc já compartilham a rede regional de atendimento de média e alta complexidade. Ainda a preocupação dos prefeitos é de que as referências para covid-19, até então definidas pelo governo em Lages e Concórdia ficam distantes dos 19 municípios que integram as duas associações.

No pedido ao governador, há de se considerar que Campos Novos e Joaçaba possuem localização centralizada geograficamente em Santa Catarina, servida de rodovias e aeroporto, isso estrategicamente facilitaria a logística dos doentes, minimizando os riscos de agravamento dos infectados, transmissão e contágio de terceiros pela menor exposição durante o transporte.

Para isso, os prefeitos colocaram à disposição três estruturas físicas da região para implantação do hospital de campanha. Em Joaçaba, o Centro de Promoções de Joaçaba (CPJ) e mais uma edificação (barracão) localizados a margem da BR-282, a cerca de 5km da área central do município e a 2km do aeroporto de Joaçaba. Em Campos Novos, é apresentado o Parque de Exposições Leônidas Rupp, também localizado a margem da BR-282. Ambas estruturas têm possibilidade de cedência imediata ao governo.

No ofício assinado pelo presidente da Amplasc, Lucimar Salmória e pelo presidente da Ammoc, Dioclésio Ragnini, ressaltou-se que a unidade favorece não só pacientes/munícipes das associações, mas também de outras regiões lindeiras da Macroregional de Saúde de Joaçaba, além de não estarem no núcleo urbano, o que é interessante do ponto de vista sanitário. Reforçam os presidentes, que com hospital de campanha na região, o próprio estado se beneficiará, pois, desafogará as atuais unidades de saúde, além de proporcional tratamento mais efetivo e eficaz aos pacientes, diminuindo custos ao estado.

Notícias Relacionadas

Folha Independente

Empresa Jornalística
Planalto Sul Ltda. ME

Folha Independente © 2020 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por AVB Digital