Amplasc conclui projeto da sede própria da AMA

Com a confirmação da doação do terreno, AMA pretende iniciar a construção de sede própria próximo ao CAIC

Por Redação em Cidades

14/05/2020 16:50

Amplasc conclui projeto da sede própria da AMA

Projeto contempla dois blocos, com área administrativa, salas de aula e clínica, orçado em quase R$ 2 milhões

O Departamento de Engenharia da Associação dos Municípios do Planalto Sul Catarinense (Amplasc) concluiu na semana passada, os projetos da sede própria da Associação dos Pais e Amigos dos Autistas (AMA) de Campos Novos compreendendo um centro administrativo, espaço clínico e blocos para salas de aula. Os projetos estão orçados em quase R$ 2 milhões, sendo 1,005 milhão para o bloco administrativo e R$ 894 mil para o bloco clínico.

Segundo a fundadora e diretora da AMA, Vera Ottonelli Durli, atualmente a instituição atende 123 alunos e as atividades são desenvolvidas em prédio alugado. Ela destaca que em razão do aumento da demanda surgiu a necessidade de ter uma estrutura própria para acolhimento na prestação dos serviços técnicos e pedagógicos.

O terreno onde será a nova sede será doado pela Prefeitura, já confirmado pelo prefeito Silvio Alexandre Zancanaro, porém antes, precisa passar por autorização do Legislativo. O terreno é da Prefeitura, com 3 mil metros quadrados, próximo ao CAIC. Para financiar parte da construção, a AMA tem um compromisso assumido pelo deputado Romildo Titon de liberar uma emenda parlamentar no valor de R$ 548 mil, ainda esse ano.

Outra forma de financiamento, são com as campanhas de dedução do imposto de renda de pessoas físicas e jurídicas lançadas pela AMA via Fundo Municipal da Criança e Adolescente (FIA), assim como está sendo feito com o Centro de Equoterapia, em fase de construção as margens da BR-282. A diretora da AMA ressalta que no final de 2019, muitas empresas nacionais manifestaram interesse de destinar recursos e, com os projetos de engenharia concluídos, seguem em análise pelas corporações.

O projeto:

O projeto foi dividido em dois blocos físicos separados pelos espaços: administrativo e clínico. O centro administrativo terá 748,46 m², incluindo espaço para cozinhas, refeitórios, banheiros, área para clube de mães, além de área administrativa. Os blocos para salas de aula, terão cada um, área de 215,52m², sendo quatro salas de aula com banheiro e varanda independente; preservando os estudantes por idade, grau de autismo, dentre outras características. O espaço clínico contará com 570m² para os atendimentos multiprofissionais prestados aos autistas. 

Notícias Relacionadas

Folha Independente

Empresa Jornalística
Planalto Sul Ltda. ME

Folha Independente © 2020 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por AVB Digital